Mal-Caráter, Capítulo 16

Como a maior inocente do mundo disse que não fazia a menor idéia, mas iria resolver tudo em breve.
Saudei Vitória e seu amigo, e o deixei à vontade nas bebidas, ele tinha cara de quem gostava de beber. Disse para a Vi que precisavamos conversar e a chamei para dentro da casa.
Servi uma caipirinha e dei à ela, e começamos a conversar sobre o dia a dia, até que na segunda caipirinha ela perguntou o que era que eu precisava conversar, mas antes que eu pudesse falar qualquer coisa ela foi no banheiro, aproveitei o momento e coloquei sonífero na bebida dela, quando ela voltou continuou a beber e eu saí de lá, voltei para a festa, ao lado de Cris e cochichei:
- A Vi já foi embora, problema resolvido

Enquanto a festa rolava, dois amigos meus pegaram o corpo da Vi, que estava com tanto sono que não entendia nada, e levaram na caminhonete para longe dali, jogaram no meio de um bosque, e logo após me mandaram a msg: 'Trabalho feito'

2 comentários:

xx. emy disse...

wow, o que vai acontecer com a Vi, garota má, wee.

Juuh Nascimento disse...

woou caramba! Que bixaa má! huashuasu'

mas serio agora, pegou pesado caara!
a coitada vai passar a noite no mato, no meio do nada, ainda super grogue, vai saber oq pode acontecer com a pobre :S